terça-feira, 23 de junho de 2009

o país rico (riquíssimo)

Nuno Brito Faro, no Plataforma Pensar Claro

Há dias, falando com um amigo nova-iorquino que conhece bem Portugal, dizia-lhe que nós, portugueses, somos pobres!
Respondeu-me ele: Como podes tu dizer que são pobres, quando vocês são capazes de pagar por um litro de gasolina mais do triplo do que eu pago?
Quando vos dais ao luxo de pagar tarifas de electricidade e de telemóvel 80 % mais caras do que nos custam a nós nos EUA?
Como podes tu dizer que são pobres quando pagam comissões por serviços bancários e crédito ao triplo que nos custam nos EUA, ou quando podem pagar por um carro (que a mim me custa 12.000dólares) o equivalente a 20.000? Podem com isto dar 8.000 dólares de presente ao vosso governo... nós não podemos! Nós é que somos pobres!
Em Nova Iorque, por exemplo, o Governo Estatal, tendo em conta a precária situação financeira dos seus habitantes, cobra somente 2 % de IVA, mais 4% de imposto Federal, ou seja 6%, nada comparado com os 20% dos ricos que vivem em Portugal. E não contentes com estes 20%, vocês pagam ainda impostos municipais. Além disso, são vocês que têm impostos de luxo, como os impostos da gasolina e gás, álcool, cigarros, cerveja, vinhos etc, o que faz com que esses produtos atinjam em certos casos até 300 % do valor original! Mas têm também impostos sobre os rendimentos, impostos nos salários, impostos sobre automóveis novos, impostos sobre bens pessoais, impostos sobre bens das empresas e até imposto de circulação automóvel...!!!
Um Banco privado vai à falência e vocês, que não têm nada com isso,pagam!
Um outro, que é uma espécie de casino, (o vosso Banco Privado) quebra, e vocês protegem-no com o dinheiro que enviam para o Estado.
São pobres onde?
Um país que é capaz de cobrar adiantadamente o imposto sobre facturas a receber e sobre bens pessoais mediante retenções, necessariamente tem de nadar na abundância, porque considera que os negócios da nação e de todos os seus habitantes sempre terão ganhos apesar dos assaltos, do saque fiscal, da corrupção dos seus governantes e autarcas. Um país capaz de pagar salários irreais aos funcionários do Estado e de Empresas ligadas ao Estado!
Deixa-te de tretas, são pobres onde?
Os pobres somos nós, os que vivemos nos EUA e que não pagamos impostos sobre os rendimentos se ganharmos menos de 3000 dólares ao mês por pessoa (mais ou menos os vossos 2000!).Vocês até podem pagar impostos sobre o lixo e sobre o consumo da água,do gás e da electricidade. Pagam também a segurança privada nos Bancos e em urbanizações municipais... Mas nós, como somos pobres, conformamo-nos com a segurança pública. Vocês enviam os filhos para colégios privados, enquanto nos EUA as escolas públicas emprestam livros aos nossos filhos, prevendo que não os possamos comprar.
Vocês não são pobres. Vocês gastam é muito mal o vosso dinheiro!!!

3 comentários:

Hugo disse...

não achas que há aqui mta demogogia em encontrar os exemplos certos e até uma certa ironia do país endividado e "consumista" por excelencia dizer que gastamx mal o nosso dinheiro?

Manuel Pinto de Rezende disse...

ironia há, sem dúvida.

demagogia, não. do ponto de vista da nossa economia interna, das nossas finanças públicas e da nossa relação com a nossa grotesca administração pública, eu diria até que é um resumo muito resumidinho das realidades do país endividado.

é claro que a comparação com outro país padece de muitos problemas no argumento, porque são 2 contextos diferentes. mas lá está...

Hugo disse...

isso ia ser uma discussão política mt longa. por isso nem começo!! :D

Apesar de simpatizar com bastantes medidas ditas de direita quanto à dimensão do estado...
Afinal no socialismo resume-se tudo a um problema de eficácia.

eXTReMe Tracker