sexta-feira, 25 de setembro de 2009

pg. 92 - programa do BE

"Impedir a posição dominante no mercado de jornais nacionais generalistas e na imprensa generalizada mais relevante (economia e desporto)"

Torna-se verdade, enfim, o que escrevi há uns tempos atrás:

Os bloquistas não querem ver notícias de portáteis roubados em pleno tribunal, após o arrombamento de uma caixa multibanco ocorrido no mesmo. Os Bloquistas, e o Daniel Oliveira, sabem muito bem o que deve passar na TV. Só não nos dizem porque nós, comuns mortais, não íamos compreender. Deve passar aquilo que eles, e o Daniel Oliveira, muito bem entenderem. E só com a supervisão destes anjos mediáticos, se poderá atribuir notícias diferenciadas a cada estação, quer elas queiram quer não.

De facto não me impressionou reparar que as palavras mais usadas para solucionar o estado da nossa Televisão fossem estas duas pérolas: Denunciar e Controlar.


Qual será mais relevante, do ponto de vista jornalístico? A Bola, O Jogo, ou o Record?

2 comentários:

Ary disse...

Mas MFL também acha que não devem ser os jornalistas a decidir o que passa nos telejornais ... (E depois fala em asfixia democrática).

Manuel Pinto de Rezende disse...

mas não conseguiu escrever isso no programa do PSD.

eXTReMe Tracker