segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Assuntos Académicos II*

*os conteúdos aqui mostrados, sobre a vida académica, destinam-se apenas a demonstrar os meus pontos de vista, com a moderação e o cuidado que se deve ter neste tipo de conversas e exposições.
Acima de tudo, quero uma campanha limpa e honesta. Escreverei aqui as minhas pequenas anotações apenas para manter informados, no estritamente necessário, os interessados neste processo.
Algumas coisas que estão mal na campanha eleitoral

A Faculdade de Direito da UP é um espaço muito pequeno de estudantes de direito.
As actividades académicas, e os seus membros, estão assim muito centrados na figura da Associação de Estudantes.
Muitos dos mais recentes projectos da Faculdade, que lhe têm vindo a trazer muitas coisas boas e muitas experiências importantes, são constituídos por elementos que estão ligados ao principal órgão de representação dos estudantes (por muito que esta classificação seja subjectiva, quer concordemos com as razões da sua importância ou não).

Isto causa alguns problemas graves. Nem todos os estudantes estão unidos à volta dos ideais e acções da Associação de Estudantes, e num espaço quase claustrofóbico como o da Rua dos Bragas, os estudantes têm vindo a ganhar alguma inimizade injusta -mas compreensível- pelos rostos e personagens que "aparecem sempre!"
Esta AE está severamente comprometida com as listas A. Basta fazer o um mais um, e perceber que nem tudo de bom poderá sair deste guisado.

Daí que, muito sucintamente, apresento duas coisas que, na minha opinião, foram mal feitas e evitáveis:

1- está-se a transformar a Sociedade de Debates num diário de campanha. Um dia a SdD terá de escapar das saias da AE. É o percurso normal das coisas, e convém estar preparado para isso.
Não me interpretem mal. Num pequeno meio, ter o apoio de uma boa Associação, com pessoas competentes para fazer as coisas à última da hora e darem os conselhos necessários, é algo a ter em conta. Mas todos os pintainhos têm de sair do ninho um dia, quanto mais não seja por mudarem as galinhas da capoeira (má analogia, mas dá para compreender). Mas, lá está, é um espaço pessoal de um grupo de pessoas que sabem, melhor do que eu, o que fazer com ele.

2- A preparação para o debate revela a fraca preparação da FDUP para uma vida académica verdadeiramente rica e activa.
Depois de tudo o que já escrevi no primeiro ponto, os debates para as listas continuam a ser moderados por um membro da Associação, apesar de esta estar activamente por detrás de uma candidatura.
Não há aqui uma crítica à Associação. Há uma crítica aos dois lados desta parada.
Por um lado, quase 15 anos de existência não deram à Faculdade de Direito actividades académicas independentes do cadinho da AE. Das que há, e são verdadeiramente muitas, só conheço duas que não incluem nenhum membro da Associação nos seus membros e que poderiam, a meu ver, oferecer elementos para a monitorização do debate- a Iuris e o Forum Política e Sociedade
Destas duas organizações, talvez as mais independentes no espectro da nossa faculdade, não saiu nenhum moderador para os debates que aí vêm.

Conheço todos os intervenientes destas eleições, dou-me com os nomes mais importantes nelas, especialmente da lista A, a qual me vou opor, ao apoiar como suplente a lista B.
Não sou capaz de insultar a credibilidade dessas pessoas, porque isso exigiria de mim a capacidade para mentir.

Mas a FDUP caminha perigosamente para uma overdose de personalidades.

5 comentários:

Hugo disse...

És da Iuris não és Manuel?

A Filipa e o Luís são só da AE?

Depois respondo melhor ao teu comentário...

mpr disse...

Hugo disse...

És da Iuris não és Manuel?

A Filipa e o Luís são só da AE?


no entanto, nenhum destes nomes ocupa posições de chefia nem na Iuris nem no FPS(até pq neste último não há hierarquia alguma).

Ana Isabel disse...

Meus caros,

Acho de facto toda esta campanha bastante interessante, no entanto enquanto presidente da Iuris FDUP Junior, e com absoluta neutralidade, peço-vos que não coloquem a instituição que represento no meio desta discussão deste modo.

Espero a vossa compreensão,dado que apenas quero prevenir uma continuidade de argumentos que acabe por denegrir de algum modo o nome da IFJ.

Cumprimentos, e boa sorte a todos!

Hugo FDUP disse...

Que argumento mais falacioso Manuel, que argumento mais falacioso Manuel, sinceramente...

mpr disse...

querida Ana,

o bom nome da Iuris não será alvo de escrutínio em campanha nenhuma, visto que é uma associação de bom nome e boas pessoas. Nada da mau há a apontar, serviu apenas de exemplo para um exemplar caso.

querido Hugo,

até compreendo que nem a Iuris ou o FPS se afigurem como alternativas viáveis.

mais vai daíe eu também criticava a ausência de alternativas viáveis.

eXTReMe Tracker