segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

islamismo fascista

Hitler instituiu programas similares, muitos dos quais estão em voga hoje. Os nazistas defendiam com unhas e dentes o pleno emprego e o salário mínimo. Utilizavam a retórica pró-trabalho, dessa forma, eles exigiram a limitação dos lucros ou mesmo a sua abolição . Hitler expandiu o crédito, instituiu programas de governo para aumentar postos de trabalho e introduziu o seguro-desemprego, a indústria alemã era protegida da concorrência externa, com tarifas altas, estatizou a educação, instituiu uma política de salários rigorosa e de controles de preços, e que acarretaram enormes problemas na economia alemã .

Na verdade, alguns historiadores acreditam agora que a economia da Alemanha começou a vacilar no final de 1930 devido a sua política armamentista, e também pelas barreiras protecionistas do comércio, e os programas sociais. Isso deixou Hitler com pouca escolha além de lançar a sua máquina de guerra. Ele teve que invadir nações vizinhas para agarrar recursos naturais e evitar assim uma recessão econômica em sua própria nação.

Hoje os governos islâmicos de estilo radical também são facistas São nacionalistas, as economias desses países são controladas com mão-de-ferro pelo Estado. Elas se fundiram governo e religião em um caldeirão grande de modo que os dois são indistinguíveis.

O que torna o fascismo e outros regimes autoritários baseados em ideologias tão perigosos é que elas são povoadas por pessoas que gostam do governo. Essas pessoas amargamente desaprovam a Liberdade, mas estão ansiosos para aproveitar o poder do governo para impor a sua própria marca especial de controles sobre a população. Qualquer ideologia que coloca o governo antes da liberdade individual tem todas as marcas do fascismo.

1 comentário:

Rui Botelho Rodrigues. disse...

«expandiu o crédito, instituiu programas de governo para aumentar postos de trabalho e introduziu o seguro-desemprego, a indústria alemã era protegida da concorrência externa, com tarifas altas, estatizou a educação, instituiu uma política de salários rigorosa e de controles de preços»

isto descreve na perfeição a estrutura económica da social-democracia moderna (e na verdade é a consequência óbvia de qualquer sistema democrático - como o hitleriano). constitui, como é óbvio, o «fascismo económico» mas não é nisso que os governos islâmicos radicais diferem dos ocidentais.

E não esquecer que o «fascismo» não se manifestou apenas «economicamente», caso contrário a III rep. seria o mesmo que o IIi reich.

ah, e todos os regimes políticos são baseados numa ideologia - ou, para ser mais exacto, aplicam uma ideologia. seja o fascismo, o comunismo, a democracia ou a monarquia, todas as formas de organização política são «ideológicas».

talvez isso queira dizer que todos os regimes políticos são perigosos.

eXTReMe Tracker